Protesto juntou precários do Estado frente ao Min Finanças

Na sexta-feira dia 21 de julho teve lugar frente ao Ministério das Finanças uma ação de protesto pela integração de todos os trabalhadores da Administração Pública com vínculos precários. A iniciativa, convocada pela Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública, contou com a presença de dezenas de trabalhadores precários de vários setores. Foi aprovada por unanimidade uma resolução, que foi entregue no Ministério das Finanças.

Os Precários do Estado marcaram presença, afirmando o empenho no PREVPAP desde o início e apelando mais uma vez à mobilização de todos. Na fase atual do processo, exigimos que os dirigentes máximos sinalizem às Comissões de Avaliação Bipartidas (CAB) todas as situações de precariedade existentes nos seus serviços. Solicitamos a revisão da proposta de lei em discussão na Assembleia da República, para que o horário completo deixe de ser critério e para que não seja excluído nenhum tipo de vínculo indevido, nomeadamente estagiários nem bolseiros. Não esquecemos os trabalhadores da administração local, para os quais também não se espera menos do que um processo de integração justo, completo e transparente.

Neste processo, foi a luta conjunta, das pessoas, dos sindicatos e dos movimentos, que conseguiu importantes vitórias e recuos do Governo em vários aspetos, que de outra forma não teriam sido possíveis e que foram tornando este processo mais justo e abrangente. Os sindicatos têm um papel fundamental como membros das CAB, sendo a única garantia dos trabalhadores nessas estruturas. Fazemos questão de sublinhar que a sua participação efetiva é imprescindível e não esperamos menos do que todo o apoio que sabemos que os sindicatos poderão dar ao longo de todo este processo.