Os trabalhadores precários da RTP concentram-se hoje a partir das 10 horas, em frente à sede da empresa, em Lisboa, em protesto contra a não integração no âmbito do Programa de Regularização de Vínculos Precários na Administração Pública (PREVPAP).

Na RTP trabalham centenas de pessoas como prestadores de serviços, entre jornalistas, administrativos e pessoal da área da técnica. São pessoas que cumprem necessidades permanentes como falsos recibos verdes numa das empresas mais sensíveis do Estado e da nossa democracia.

A grande maioria recebeu parecer negativo da Comissão de Avaliação Bipartida e até hoje nenhum destes trabalhadores foi integrado. Para além disso, a RTP continua a admitir funcionários como falsos recibos verdes, em pleno decurso do PREVPAP.

A Administração da RTP e os Ministros da Cultura, da Segurança Social e das Finanças têm de assumir as suas responsabilidades neste processo. Não podem continuar a negar a vergonha da precariedade que todos os dias a televisão nos faz entrar pelas nossas casas. As centenas de precários da RTP têm de ser regularizados imediatamente e as novas contratações têm de corresponder a um contrato. O Governo não pode permitir a descredibilização do PREVPAP.

Os Precários do Estado estão solidários com os precários da RTP e apoiam a sua luta, para que #ninguémfiqueparatrás!